Blog

Ex-Aprendizes – Juliana e Romário

Está história foi contada pelos ex-aprendizes e faz parte da série “Protagonistas da Nova Era”, que conta com diversas histórias de pessoas que passaram pelo CAMP SBC, seja como aprendizes, colaboradores, parceiros, voluntários, dentre outros. Esta é uma série em comemoração aos 45 anos da instituição.

Para ler mais histórias como essa, clique aqui!

Em julho de 2005, iniciei na turma da tarde, conheci pessoas muito legais, participei do coral e trago amigos da turma até hoje. Também conheci um garoto chamado Romário, mas na época eramos amigos e eu nem gostava muito dele, era chato (rs). Nos formamos no CAMP SBC, em uma linda cerimônia no Cenforp, eu comecei a trabalhar e segui a minha vida.

Não tivemos mais contato por muito tempo. Oito anos depois, nos falamos pelo Facebook e logo vimos tanta coisa em comum, saímos com alguns amigos e eis que ele entrou na minha vida de vez e nunca mais saiu. Oito anos depois de nos formarmos no CAMP, hoje sou a sua mulher, moramos juntos, estamos grávidos da nossa primeira princesa e eternamente gratos a tudo que o CAMP nos proporcionou, além de direcionar um adolescente que vive um turbilhão de coisas e que precisa tomar decisões com frequência, inclusive se quer seguir pelo caminho do bem ou do mal, com os professores qualificados que tivemos, aprendemos a importância do conhecimento e do ajudar o próximo. Eu não pensaria duas vezes em buscar uma vaga para a minha filha no CAMP, pois sei que teria o melhor.

Conquistamos amigos, inclusive em março seremos padrinhos de casamento de um deles, conquistamos conhecimento, uma carreira (hoje o Romário atua na mesma empresa onde iniciou como aprendiz em 2006), valores que trazemos no nosso dia a dia e passaremos aos nossos filhos e eu encontrei a pessoa que pretendo dividir toda a minha vida e que escolhi para ser pai dos meus filhos.

Obrigada à todos por toda dedicação com o próximo!

Juliana França

Complementando a história anterior…

Eu (Romário) e a Juliana, iniciamos na mesma turma (Turma 12, período vespertino 2º Semestre de 2005), onde a coordenadora era a Profª Thalita.
Naquela época, eu estava no ensino médio no período matutino e não tinha muito tempo pra ir ao CAMP, tanto que entrei em acordo com a diretoria da escola para me liberar as 12h. As aulas dos vespertino começava as 13h, então eu saia da escola, corria pra casa, me arrumava e pegava a velha bicicleta emprestada do meu primo para ir ao CAMP, levava cerca de 30 minutos até chegar. Meu maior desafio era chegar a tempo de almoçar (meta diária), porque convenhamos, a comida sempre foi o ponto forte, kkkk…

Um certo dia tive um incidente no caminho até o CAMP. Ao passar pela Área Verde, uma das fivelas da minha bolsa estourou e acabei perdendo alguns materiais por ter caído no chão, mas nada que pudesse tirar o foco do objetivo. A equipe do CAMP me ajudou com outros materiais.

No CAMP, além de conhecer a Juliana, que hoje está esperando nosso primeiro filho, conheci também duas pessoas que hoje são muito importantes pra mim: Henrique José da Rocha e Bruno Correia de Lima, da mesma turma. Aos poucos foi se formando uma forte amizade junto com outros amigos que depois foram se afastando devido as responsabilidades. Ficamos nós três, uma amizade incondicional, verdadeira e de grande parceria. Tivemos brigas e discussões, mas sempre vencíamos os problemas juntos. Construímos uma amizade que dura até hoje (12 anos). O Bruno no próximo mês irá se casar, eu e a Juliana fomos convidados para sermos padrinhos de casamento, junto com mais dois ou três que faziam parte daquela turma de 2005. Hoje tenho eles como meus irmãos. Um ajuda o outro sempre e em qualquer situação.
Também tenho uma relíquia que guardo com muito carinho em meu guarda-roupas, a Camisa Polo Branca que usava tanto pra ir ao CAMP, quanto para trabalhar. Uma delas se perdeu, mas a outra consegui guardar com grande orgulho para me lembrar da melhor fase da minha vida.

Tenho boas lembranças do Sr. Manoel, que organizava as filas das turmas e brincava com todos os alunos no intervalo das aulas, uma grande pessoa de coração enorme.

Participei de um programa de TV em que o professor Cóli selecionou alguns alunos e varias turmas para acompanhá-lo, entre eles estava o aluno Clóvis Silva, que também se tornou meu amigo e hoje é cantor de música gospel.

Como profissional, o CAMP foi o grande responsável pelo que sou hoje. Iniciei em uma empresa transportadora de veículos chamada Transauto. Foi minha primeira entrevista oficial (antes realizei uma pré seleção), nessa primeira entrevista fui selecionado para fazer parte do quadro de aprendizes em 09 de maio de 2006.

Naquele dia falei pra mim mesmo que era o momento de recompensar todos os envolvidos (professores, administradores, porteiros, limpesa…) do CAMP, toda a minha família e todos que torceram e me ajudaram a conquistar aquele emprego.

Uma vez dentro da Transauto, sempre tentei dar o meu melhor e fazer o necessário para me recompensarem com a efetivação. Entrei em uma época boa para o setor automotivo com grande crescente, mas eu tinha um problema, a reservista. Pouco tempo antes de terminar o contrato, meu atual gerente me perguntou se eu queria ficar, e lógico disse que sim, porém as datas do meu contrato e meu aniversário não ajudavam com a efetivação, pensei que não ficaria. Então, ele me contratou por uma agência terceirizada no período de três meses, que foi o tempo de pegar a reservista e me efetivou. Ali eu percebi que eu era importante pra empresa. Me especializei, me dediquei e estou aqui até hoje. Sou responsável pelas Auditorias da ISO 9000.

Como a Juliana disse anteriormente, nos reencontramos depois de 8 anos, desde a formatura no Cenforp (A primeira naquele espaço), então a convidei pra sair e desde então estamos juntos. Atualmente estamos reformando nosso humilde apartamento para em breve receber a Maria Clara, nossa neném. Somos um casal como todos os outros, com dias bons e dias difíceis, mas com uma coisa em comum, nos amamos e o CAMP foi o responsável por isso.
Durante toda essa trajetória, aprendi que para ser um bom profissional, você precisa de dedicação, vontade, perseverança e honestidade. Depois disso, você conseguirá conquistar tudo o que desejar.

Obrigado CAMP!

Romário Argolo
CAMPSBC
Está história foi contada pelos ex-aprendizes e faz parte da série "Protagonistas da Nova Era", que conta com diversas histórias de pessoas que passaram pelo CAMP SBC, seja como aprendizes, ...
0 Comment

Leave a Comment

Your email address will not be published.